CNJ: 35 desembargadores se beneficiariam com restrição no STF
 

Após ser fustigado pela Associação dos Magistrados do Brasil (AMB) e por ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgou haver ao menos 35 desembargadores que são investigados pela acusação de cometer crimes. Eles podem ser beneficiados caso o STF decida restringir os poderes de investigação do CNJ, órgão que fiscaliza o Judiciário. Segundo matéria do jornal Folha de S. Paulo, dentre os 35 desembargadores acusados de crimes, 20 já foram punidos pelo CNJ, sendo que a maioria recorre para tentar reverter as punições. A polêmica iniciou-se devido a uma ação proposta pela AMB que pede a restrição no funcionamento do conselho. Em resposta à tentativa de esvaziar o CNJ, a corregedora nacional de Justiça, Eliana Calmon, disse que o Poder sofre com a presença de "bandidos escondidos atrás da toga". Considerando também os juízes de primeira instância, cerca de 115 investigados podem ser beneficiados, caso a ação da AMB seja vitoriosa.

Quinta, 29 de Setembro de 2011 - 07:43

http://www.bahianoticias.com.br/principal/noticia/103520-cnj-35-desembargadores-se-beneficiariam-com-restricao-no-stf.html

 
 
Autor
 
www.bahianoticias.com.br